terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Esportes Radicais e Idosos




Os esportes de aventura buscam áreas praticamente diferentes como: locais elevados, cavernas, ambientes submarinos, corredeiras e cachoeiras. O Brasil por sua natureza diversificada, oferece múltiplas possibilidades à prática de esportes radicais. Normalmente estes esportes são praticados por jovens e atletas em busca de aventura e adrenalina. A novidade é a crescente procura de idosos por estes esportes.


Já existem praticantes idosos de alguns esportes como: mergulho, pára-quedismo, treking, caminhadas e escaladas. Mas nem todos os idosos podem fazer estas atividades e os que podem, devem faze-lo de forma segura e adaptada a sua realidade física e mental, diminuindo assim a incidência de acidentes e lesões decorrentes das atividades, visando acima de tudo à integração com a natureza e a quebra da rotina urbana estressante. 

Existem vários esportes que podem ser praticados por pessoas da terceira idade, desde que feitas algumas adaptações: camping (acampamento); trekking (terreno pouco acidentado); corrida de orientação (caminhada); bóia-cross (rio calmo); mergulho; rafting (rio calmo); rapel; etc.
Os esportes de aventura possibilitam a melhora da auto-estima, diminuem também o estresse e conseqüentemente a incidência de depressão, muito comum entre os idosos, além de proporcionar a prática de uma atividade física, mantendo o funcionamento do metabolismo ativo, retardando os problemas natos do envelhecimento.É muito importante também o acompanhamento de profissionais especializados na realização dos esportes.

Um comentário: