quinta-feira, 15 de março de 2012

Idoso e Yoga


A palavra Yoga deriva da raiz sânscrita “Yuj” que significa atar, unir... e indica o ato de dirigir e concentrar a atenção em alguma coisa, para sua aplicação e uso. Da mesma forma, significa união ou comunhão e é em realidade, a verdadeira união de nossa vontade com a do Absoluto.Os benefícios da Yoga na Saúde do Idoso. Muitas pessoas do Ocidente pensam que a Yoga é uma arte contorcionista, endereçada às pessoas jovens ou flexíveis. Estão erradas os exercícios adaptam-se a diferentes idades e estados de saúde, pelo que encontrará algo de que gosta, o ideal para si. 
A Yoga é uma arte milenar que ensina, através de variedade de práticas, teorias e filosofia, a Arte de Viver. No Yoga acredita-se que a melhor forma de desfrutar a vida é estar em paz consigo própria.
Outro fator muito importante na prática do Yoga é a preservação da saúde, proporcionando uma sensível melhora do nosso corpo físico, energético, psíquico e emocional.
Em relação  à mobilidade articular, permite melhorar o sistema cardiovascular e respiratório.
Trabalha também o espírito, combatendo a senilidade e estimulando a lucidez.
A qualidade do sono melhora. A pressão sanguínea normaliza. A pulsação desacelera. A imunidade aumenta. As dores e sensações de mal-estar diminuem ou desaparecem.
Ao executar regularmente a prática do Yoga, o corpo começa a desintoxicar e a encontrar o seu próprio caminho para a cura e equilíbrio.
Tanto as técnicas quanto a filosofia do Yoga tem o poder de transformar não só o corpo, mas também a mente, as emoções e a psique do ser humano, independente da idade cronológica, proporcionando ao praticante não só qualidade de vida, mas principalmente uma visão diferente da maior parte da humanidade. O ser humano da dita terceira idade não precisa sentir-se fragilizado pela ação do tempo, pois a visão específica do Yoga premia o praticante dedicado com uma segurança interna, onde este idoso toma ciência do seu verdadeiro valor e de seu papel importante dentro da sociedade.

Um comentário: