segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Poesia

Ah se os hoje pudessem ver o que passamos ontem....
Saberiam o quanto sonhamos com o futuro, imaginando-o distante e cheio de horizontes.
E poderiam aprender com nossos erros, por que tudo passou rápido. 
O distante ficou próximo, o horizonte é menor e que o amanhã agora é hoje.




Ah se pudessem ver nossos rostos de antigamente...quando pensávamos que a beleza era eterna.
Aprenderiam conosco que só as rugas ficam e que o branco do telhado não tem volta.

Entenderiam enfim, a importância do respeito ao velho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário